Notícias

REGIÃO SUL

Gestores buscam recursos para a construção de Complexo Regional da Politec

14/09/2017 - 16:28
Assessoria/ Politec-MT

O projeto arquitetônico de construção do Complexo da Politec, na Coordenadoria Regional de Rondonópolis foi apresentado pelo Diretor Geral da Politec, Reginaldo Rossi do Carmo, ao deputado estadual Sebastião Rezende, na manhã desta quinta-feira (14.09).

O Diretor Geral demonstrou em estatísticas a importância da regional, que possui a maior demanda da Politec entre as cinco coordenadorias regionais, porém, não apresenta as condições ideais de segurança e infraestrutura para a realização das atividades. Com a construção do prédio, os serviços que atualmente estão distribuídos em três prédios separados ficarão concentrados em um único terreno, contribuindo para a melhor ambientação e gerenciamento das unidades.

“Nós demonstramos os números que representam os serviços realizados pela Politec na Regional de Rondonópolis, dizendo qual a situação de Rondonópolis hoje e o porquê de não conseguimos entregar os serviços que a população precisa, e no tempo necessário. Queremos apresentar também qual a Politec que estamos projetando, e estamos buscando esta parceria com o deputado para a construção desse novo projeto", resumiu o diretor geral.

De acordo com o projeto, o Complexo da Politec abrigará os serviços de Criminalística, Identificação Técnica e Medicina Legal – voltados ao atendimento ao público.  A edificação será construída no bairro Sagrada Família, onde está localizada a atual Gerência de Medicina Legal.

O projeto prevê a construção de uma área total de 1.070 m², distribuídas em dois pavimentos. O primeiro piso contará com recepção, protocolos, criminalística, e elevador. No segundo piso abrigará um refeitório, cozinha, setor de criminalística com salas de perícia, e alojamento para plantonistas. O setor de necropsia ficará no mesmo terreno do Complexo, no prédio da atual Gerência de Medicina Legal. O valor total da obra está orçado em R$ 2,5 milhões.

O deputado propôs a realização de uma audiência pública com a participação de servidores da Politec, senadores, deputados federais e demais autoridades locais para a apresentação do projeto e a viabilização de recursos para a concretização da obra. “É preciso que a sociedade com um todo conheça os resultados que a Politec produz e como esta obra irá impactar na melhor prestação de serviços. Iremos marcar uma audiência pública em breve com a participação do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Rondonópolis, autoridades e políticos, para discutirmos esta necessidade, além de reuniões o Governo do Estado, com o Ministério Público Estadual e o Poder Judiciário, para definirmos os recursos para a realização da obra. Tenho como missão ver esta obra construída e iremos buscar o apoio necessário para isso", anunciou.

A Gerência Regional de Rondonópolis engloba o atendimento nos municípios de Primavera do Leste e Alto Araguaia, sendo responsáveis pelos serviços de perícia criminal e identificação técnica em 21 municípios da região. Em seu quadro de servidores, a regional conta com 27 peritos oficiais criminais, 11 peritos oficiais médicos legistas, seis papiloscopistas e cinco técnicos em necropsia.

Além do deputado Sebastião Rezende participaram da reunião o Diretor Geral da Politec, Reginaldo Rossi do Carmo, a Diretora Geral Adjunta, Alessandra Paiva Puertas, a Diretora de Interiorização, Késia Renata Lopes Lemos Melo, o Coordenador Regional da Politec de Rondonópolis, Geraldo Rambo e a arquiteta – analista da Politec Sonia Alencar Ludovico.