Notícias

PRODUTIVIDADE

Força-tarefa conclui 16 laudos de DNA em menos de um mês

20/10/2017 - 17:06
Tita Mara Teixeira/ Politec-MT

Uma força-tarefa, realizada pelos peritos oficiais criminais da Coordenadoria de Perícias em Biologia Molecular da Politec, levou à conclusão de 16 laudos periciais de identificação genética em cerca de 20 dias úteis.

O resultado foi possível graças à adoção de um regime de trabalho extraordinário na coordenação, que permitiu o processamento e análise conjunta nas etapas de identificação genética. Conforme o coordenador de perícias em Biologia Molecular, Geter Sinear Jesus Bizo, na dinâmica de trabalho vigente, cada perito trabalha sobre todas as etapas de um único caso.

“A tecnologia empregada nas áreas de DNA é complexa, perfazendo várias etapas de trabalho em cada amostra. Na dinâmica de trabalho anterior, cada perito trabalhava de forma individual todas as etapas de um único caso, mas com a nova dinâmica que estamos avaliando a questão da implantação legal, o perito realiza individualmente a etapa de extração, sendo que as etapas seguintes (quantificação, amplificação e sequenciamento) são realizadas em série, permitindo a análise simultânea de diferentes casos, levando a uma maior produtividade, resultando num maior número de laudos liberados’’, afirmou.

Outro fator que contribui para a elevada produtividade refere-se ao suprimento dos insumos, principalmente de reagentes químicos, fundamentais para a execução dos exames.

Devido à limitação no número de servidores no setor, que atualmente conta com apenas três peritos criminais, a Diretoria Metropolitana de Laboratório Forense está dando prioridade ao atendimento de cobranças judiciais.

A intensificação dos trabalhos resultou em 175 extrações, 217 quantificações, 216 amplificações e 216 sequenciamentos, fases que correspondem ao processo de identificação através do DNA.  De janeiro até setembro de 2017 foram concluídos 86 laudos de identificação genética em Mato Grosso.