Notícias

BALÍSTICA

Perito criminal participa de curso de mecânica de armas

17/11/2017 - 17:40
Assessoria/ Politec-MT

O aperfeiçoamento das técnicas de montagem, desmontagem e detecção de defeitos em armas de fogo foram detalhados durante o curso de Mecânica de Armas, ofertado pela Academia da Polícia Judiciária Civil (Acadepol), na última semana. Participaram da capacitação Dezoito investigadores, um soldado e um perito criminal.

De acordo com o perito Emivan Batista, o curso é de suma importância para a área de balística, e o conhecimento transmitido é necessário para a realização de exame de real funcionamento de armas. “Neste exame o perito deve desmontar a arma para apontar e relatar no laudo pericial a falha apresentada pela arma. Durante o curso aprendemos também a realizar reparos eventuais e trocas de peças nas armas e fazer a montagem’’, explicou.  

O curso, com carga horária de 40 horas/aulas, visa qualificar os servidores, com conteúdos teóricos e práticos em disciplinas de técnicas de manuseio, limpeza e manutenção de armas de fogo. Os instrutores são da Acadepol, juntamente com convidados de outras instituições. “Agradecemos o convite do investigador Reginaldo Zeferino da Rosa, que foi idealizador do curso, ao diretor da Acadepol Carlos Fernando da Cunha Costa e ao coordenador do curso, Armando Marcos Silva pela parceria com a Politec’’, citou o perito.

Durante uma semana, os profissionais montaram e desmontaram armas curtas como o revólver calibre 38 e as pistolas modelos PT 940, PT 640, PT 100, 24/7, a Imbel, e também armas longas como espingarda calibre 12, as carabinas CT40, CTT40, SMT 40, e ainda o funcionamento, montagem e desmontagem de alguns fuzis como o 5.56 e o 7.62, e algumas submetralhadora.

No último do dia do curso, as armas montadas e desmontadas foram testadas na pista de tiros, do Stand da Academia.