Notícias

RONDONÓPOLIS

Nova sede da gerência de criminalística será inaugurada em janeiro

18/12/2017 - 15:56
Nara Assis | Sesp-MT

 

Mais segurança, melhor infraestrutura e localização estratégica. Estas são as principais características do novo imóvel que vai abrigar a gerência de criminalística de Rondonópolis (215 km ao Sul de Cuiabá). O proprietário do espaço já está fazendo as últimas adequações necessárias e a inauguração está prevista para 30 de janeiro de 2018. Desde o início deste ano, a direção da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec-MT) estuda uma solução a curto prazo para resolver os problemas da sede atual.

A construção de uma nova estrutura levaria pelo menos dois anos, por isso a locação de um imóvel foi a medida mais viável no momento, conforme explica o diretor-geral da Politec-MT, Reginaldo Rossi do Carmo. “Este foi o caminho que encontramos devido à urgência que o caso exige, pois o processo licitatório é longo e a sede atual está em condições ruins. A prioridade é oferecer melhor ambiente de trabalho aos servidores e, consequentemente, melhor atendimento à população”.

Atualmente, o local que abriga a gerência de criminalística de Rondonópolis e a coordenadoria regional da Politec conta com cerca de 40 profissionais, sendo que 27 são peritos. Thiago Romano Pigari integra a equipe de peritos há mais de três anos e ressalta que os servidores estão ansiosos com a mudança. “Além de melhorar a infraestrutura e ter a segurança reforçada, a nova sede está localizada próxima ao CISC (Centro Integrado de Segurança e Cidadania), que gera muitas demandas e ao entroncamento das BRs 163 e 364, onde atendemos muitas ocorrências também”.

O servidor também destaca as adequações técnicas que estão sendo feitas e resultarão em melhor qualidade das perícias. “A iluminação fará grande diferença no nosso dia a dia, pois é um trabalho minucioso e feito em regime de plantão, durante 24 horas”. O coordenador regional da Politec, Geraldo Rambo, frisa que a unidade atual já não comporta mais essas melhorias elétricas e qualquer investimento seria desperdício de dinheiro. “O principal ganho desta nova sede será a valorização do servidor, o bem-estar e a segurança para que ele possa trabalhar com tranquilidade”.

O novo espaço será entregue com todos os móveis e as especificações necessárias ao desenvolvimento do trabalho de criminalística. A estrutura terá laboratório para realização de exames diversos, salas para a produção dos laudos, setor de documentoscopia (perícias para constatar fraudes em documentos), local para exames de identificação veicular, mini estande de balística com parede de concreto que possui 30 cm de espessura, alojamentos e refeitórios.

Para o gerente de criminalística de Rondonópolis, Kairo Diego Araújo, o principal objetivo é que os servidores fiquem mais motivados com a mudança. “Quando temos condições favoráveis para trabalhar, ganhamos mais ânimo e isso reflete na boa prestação do serviço público também”, salienta.

Outras melhorias

O andamento das adequações do prédio foi checada pelo diretor-geral da Politec durante visita ao local, na sexta-feira (15.12). Ainda em Rondonópolis, ele também visitou a sede do Instituo de Medicina Legal (IML), que foi reformada este ano. Uma das mudanças, por exemplo, foi a construção de um muro junto ao portão de entrada do veículo que transporta corpos, o chamado rabecão. Antes havia apenas uma cerca, o que acabava expondo o traslado dos cadáveres do veículo ao centro de necropsia. A unidade também foi contemplada com a contratação de mais quatro técnicos de necropsia, somando seis no total, e com um novo rabecão, pois o anterior estava muito velho.