Notícias

POR MEIO DE DNA

Politec confirma identificação de travesti desaparecida em Santo Antônio do Leverger

01/04/2021 - 11:11
A amostra biológica padrão da vítima foi confrontada com familiares da vítima residentes no estado do Maranhão
Assessoria/ Politec-MT

A Coordenadoria de Perícias em Biologia Molecular da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) confirmou a identificação, através do DNA, da travesti conhecida como Mary, cujos restos mortais foram localizados pela Polícia Civil no dia 09 de julho de 2020 às margens de uma estrada rural de Santo Antônio de Leverger, distante 34 quilômetros ao sul da capital.  Mary estava desaparecida desde o dia 8 de janeiro 2020, após deixar o trabalho em uma pizzaria no município.

A amostra biológica padrão da vítima, identificada com o nome de registro José Mário Barros Lima, foi confrontada com familiares da vítima residentes no estado do Maranhão, sendo elas, a mãe e duas irmãs.

As amostras de referência dos familiares de Mary foram coletadas e processadas pela Perícia Oficial do Maranhão. Já o perfil da vítima foi obtido e processado pela Politec de Mato Grosso.

Até o resultado da identificação técnica os restos mortais de Mary permanecem na Gerência de Antropologia Forense, da Diretoria Metropolitana de Medicina Legal, na qual foi realizada a necropsia, onde constatou-se que a causa da morte foi indeterminada.

Rede Integrada

O estado de Mato Grosso, do Maranhão, e outros 17 estados brasileiros compõem a Rede Integrada de Banco de Perfis Genéticos, mantida no âmbito do Ministério da Justiça e Segurança Pública. A Rede foi criada com a finalidade principal de manter, compartilhar e comparar perfis genéticos a fim de ajudar na apuração criminal e/ou na instrução processual.

De maio a novembro de 2020, Mato Grosso manteve 1.860 perfis cadastrados no banco nacional. Desse total, 1.631 são perfis de condenados criminalmente, 170 perfis genéticos de vestígios e 39 perfis de restos mortais não identificados. Os dados são do último relatório semestral divulgado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública em novembro.