Notícias

QÚIMICA FORENSE

Anestésicos utilizados em adulteração de drogas são periciados pela Politec

14/12/2021 - 15:50
Assessoria/ Politec-MT

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) identificou 16 quilos de anestésicos utilizados na adulteração de drogas, que foram apreendidos pela Delegacia Especializada de Repressão à Entorpecentes (DRE), nesta terça-feira (14.12).  

As substâncias foram identificadas como Benzocaína, Lidocaína e Tetracaína, que são fármacos com propriedades anestésicas cuja comercialização é controlada pela Polícia Federal, por configurarem insumos químicos que possam ser utilizados como diluentes/adulterantes da cocaína. 

Elas estavam misturadas em um único produto, que se encontrava sem rótulo que o identificasse, e distribuídas em 16 porções, totalizando 16,32 kg. O exame pericial foi realizado pela Gerência de Perícias de Química Forense, por meio da técnica da espectrometria no Infravermelho e Cromatografia Gasosa associada à espectrometria de massa. 

O controle e fiscalização de substâncias que direta ou indiretamente possam ser destinados à elaboração ilícita de substâncias entorpecentes, psicotrópicas ou que determinem dependência física ou psíquica estão previstas nas Leis nº 10.357, de 27 de dezembro de 2001 e decreto nº 4262, de 10/06/2002; e pela Portaria nº 169/MJ, de 21/02/2003 que relaciona os produtos químicos sujeitos a controle e fiscalização pelo Departamento de Polícia Federal.